Bancários de todo o Brasil se uniram a diversas outras categorias no Dia Nacional de Luta em Defesa das Empresas Públicas e da Soberania Nacional, nesta quinta-feira (5, Dia Nacional de Mobilização.

Em Belo Horizonte, um ato foi realizado em frente à Agência Século da CAIXA, na região central de Belo Horizonte. Em todo o país, trabalhadoras e trabalhadores protestam contra os ataques e ameaças do governo Temer aos bancos públicos e outras estatais.

A realização do dia de luta foi definida durante reunião do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, que contou com a presença de trabalhadores dos bancos públicos, da Embrapa, eletricitários, petroleiros, metroviários de Minas, além de representantes de quatro centrais sindicais – CUT, CTB, Intersindical e UGT – e de entidades como Contraf-CUT, Fenae, Anabb, Afbnb, Fenag e Aneac.

Além dos bancários, trabalhadores de empresas públicas nacionais, estaduais e municipais, petroleiros, eletricitários, urbanitários, metroviários, funcionários dos Correios mostraram à população como as empresas estatais estão ameaçadas de privatização pelo governo golpista de Temer e outros governantes que defendem a mesma cartilha neoliberal de estado mínimo para a população e lucros máximos para o capital privado.