Na abertura solene da 20ª Conferência Estadual dos Bancários de Minas Gerais, nessa sexta-feira, 25, bancárias e bancários ressaltaram a importância da defesa dos direitos diante da conjuntura atual.

A Campanha Nacional 2018 será a primeira realizada após a entrada em vigor da reforma trabalhista, em novembro do ano passado.

A mesa de abertura da Conferência Estadual foi composta pelas presidentas da Fetrafi-MG/CUT, Magaly Fagundes; da Contraf-CUT, Juvandia Moreira, do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e região, Eliana Brasil; pela representante dos empregados da Caixa no Conselho de Administração, Rita Serrano, e pelos presidentes dos sindicatos filiados à Fetrafi-MG/CUT.

Veja aqui a reflexão da presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira:

https://youtu.be/RodMhHqeOP8

“Se é público, é para todos”

Durante a Conferência foi lançado o livro “Se é público, é para todos”. A obra, organizada pelo sociólogo Emir Sader, conta com quatro autores que abordam o conceito do que é público e a importância de empresas e bens públicos para o desenvolvimento econômico e social do Brasil.

Rita Serrano afirmou que o livro foi elaborado “buscando mesclar autores da academia com pessoas que vivem, na prática, a situação de grandes empresas públicas brasileiras. A obra tem o objetivo de trazer subsídios para que possamos discutir com a população e mostrar a importância de preservarmos nossas empresas, nossos bens e serviços públicos”.