Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/fetrafim/domains/fetrafimg.org.br/public_html/wp-content/plugins/types/vendor/toolset/types/embedded/includes/wpml.php on line 646

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/fetrafim/domains/fetrafimg.org.br/public_html/wp-content/plugins/types/vendor/toolset/types/embedded/includes/wpml.php on line 663
Bancárias e bancários de MG debatem pauta dos trabalhadores, conjuntura e saúde da categoria | FETRAFI MG

Na manhã deste sábado, 21 de maio, bancárias e bancários deram início à programação da 24ª Conferência Estadual de MG. Foram realizados painéis sobre a pauta da classe trabalhadora, conjuntura e a saúde da categoria, com o lançamento de cartilhas informativas produzidas pela Fetrafi-MG.

A presidenta do Sindicato dos Bancários de SP e uma das coordenadoras do Comando Nacional, Ivone Silva, falou aos participantes sobre a pauta dos trabalhadores. A dirigente explicou que o atual contexto foi produzido para atender interesses internacionais e tratou da plataforma entregue ao ex-presidente Lula, com pautas para o desenvolvimento do país com justiça social. “Nós, enquanto categoria bancária, vamos ter um papel muito importante no próximo governo. Qual é o sistema financeiro que queremos para o Brasil? Temos que garantir crédito acessível à população para movimentar a economia”, afirmou.

Conjuntura

Para falar sobre a atual conjuntura, esteve presente João Vaccari Neto, assessor da CUT. Ele explicou que o planejamento feito pelo governo Lula para a autossuficiência do petróleo no Brasil foi desmontado desde o impeachment de Dilma Rousseff, deixando o país à mercê de interesses privados. “Perdemos, de forma brutal, o debate sobre a nossa soberania no governo Bolsonaro. E não digo só sobre nossa fronteira, mas sobre nossa forma de produzir e os interesses estratégicos nacionais. Temos que recuperar a economia do Brasil, os direitos dos trabalhadores, fortalecer a negociação coletiva e nossa organização. Temos que colocar o pobre no orçamento e o rico no imposto de renda”, afirmou Vaccari.

A secretária nacional de Finanças e Planejamento do PT, Gleide Andrade, destacou o cenário estadual e a importância de derrotar o governo Zema. “Não são poucos os desafios que temos. Nunca, um governo de estado liberou tantas licenças ambientais. Temos que lembrar de Brumadinho, das barragens que correm risco de estourar. Agora, o governo estadual está usando o dinheiro da Vale de forma eleitoreira, mas quanto está sendo investido em Brumadinho? Nada! Além disso, a situação do funcionalismo é gravíssima. O estado está quebrado, abandonado”, explicou.

Saúde da categoria

No terceiro painel deste sábado, a Fetrafi-MG lançou duas cartilhas produzidas em parceria com o Sindicato dos Bancários da Zona da Mata e Sul de Minas. Os informativos, que serão distribuídos pelos sindicatos à categoria, tratam de “Assédio & Direitos” e “Adoecimento Bancário, Prevenção & Direitos”. “Bancárias e bancários têm que estar conscientes sobre os seus direitos e saber que os sindicatos sempre vão apoiá-los nos momentos de dificuldade”, destacou Helyany Gomes, secretária de Saúde da Fetrafi-MG.

O secretário de Saúde da Contraf-CUT, Mauro Salles, afirmou que o tema da saúde é central na pauta das bancárias e dos bancários. “As metas abusivas, o assédio moral, tudo está interligado e temos que entender e combater esse sistema. É um mecanismo que dilacera todos os trabalhadores e, com a pandemia, o adoecimento se agravou. Temos que negociar freios para essa lógica dos bancos”, afirmou.

 

Fonte: Seeb-BH