A presidenta da Fetrafi-MG, Magaly Fagundes, coordenou na noite desta quinta-feira (5), a plenária estadual dxs funcionárixs do Banco do Brasil contra a reestruturação e desmonte da instituição. A atividade virtual reuniu representantes dos oitos sindicatos da base da Federação e trabalhadorxs do BB de todo o estado de Minas Gerais.

Durante a abertura da plenária, xs dirigentxs sindicais fizeram um balanço regional da paralisação de agências e outras unidades do banco ocorrida no último dia 29 de janeiro (sexta-feira passada). Elxs ponderaram sobre a baixa adesão da categoria nas bases dos sindicatos o que, em princípio, inviabilizaria a proposta de realização de uma nova paralisação dor tempo indeterminado.

Já xs funcionárixs presentes no encontro fizeram um desabafo em relação ao plano de reestruturação anunciado, unilateralmente, pela direção do BB. Segundo elxs, as mudanças atingem xs funcionárixs de forma muito contundente com redução de salários, corte de cargos e fechamento de agências e postos de atendimentos.

Diante da indignação dxs funcionárixs, xs representantxs da categoria reforçaram que apenas com mobilização e união de todxs será possível pressionar o banco a iniciar a abertura de um canal de diálogo com as entidades sindicais. Alguns trabalhadorxs sugeriram que a abertura de um processo judicial para barrar a reestruturação.

A representante da Fetrafi-MG na Comissão de Empresa do BB, Luciana Bagno, explicou a trajetória e as linhas de atuação do movimento sindical bancário desde o anúncio do plano de reestruturação feito no último dia 11 de janeiro e ressaltou que, apesar das tentativas de diálogo, a direção do Banco do Brasil se nega a receber as propostas das entidades representativas. Segundo ela, xs funcionárixs precisam vencer o medo para conseguirem reivindicar e assegurar a conquista de melhores condições nas relações de trabalho. Luciana conclamou todxs xs participantes a conversarem com outrxs colegas sobre a necessidade da união da categoria em todo o estado.

Ao final do encontro, xs dirigentes convocaram uma Assembleia para essa sexta-feira (5).

 

Da redação da Fetrafi-MG