A nova diretoria do Sindicato dos Bancários de Patos de Minas foi empossada, no último dia 30.

A solenidade foi prestigiada pela presidenta da Fetrafi/MG, Magaly Lucas Fagundes, da presidenta do SEEB Belo Horizonte, Eliana Brasil, do SindUte, Sheila Maria Lucas e pelo representante da Contraf/CUT, Carlindo Dias de Oliveira, além de representantes de outros sindicatos de trabalhadores de Patos e por um número expressivo de bancários e familiares.

Esta diretoria (Chapa Democracia e Resistência) foi eleita no dia 08/11, com a expressiva aprovação de 99,13% dos votantes.

Em seu discurso, o presidente, Ivan Gomes relembrou a história dos quase 30 anos de existência do Sindicato. Destacou o importantíssimo papel desempenhado por Adilson Antônio de Sousa, fundador e primeiro presidente da entidade, juntamente com outros companheiros que em 31.01.1989 fundaram o Sindicato dos Bancários de Patos de Minas e Região. Relembrou também os tempos difíceis à época da fundação.

Ivan disse que atualmente a situação patrimonial e representativa do Sindicato ampliou bastante, o que demonstra o bom trabalho realizado por todas as diretorias anteriores, reafirmando a representatividade colhida nas urnas.

Ele fez ainda uma análise da conjuntura, com os retrocessos desde o golpe de 2016 contra a presidenta Dilma Roulssef e principalmente a eleição de um presidente de extrema direita que já deu o recado contra os trabalhadores e contra os movimentos sociais.

Finalizou dizendo que os próximos anos serão desafiadores para os bancários e demais trabalhadores, mas com a certeza de que não faltará disposição e garra da categoria na luta pela defesa dos direitos da classe trabalhadora.

Os convidados, que fizeram uso da palavra, parabenizaram a nova diretoria e lembraram o importante papel desempenhado pelo SEEB de Patos em nível local, estadual e nacional pela defesa dos trabalhadores, em especial os da categoria bancária.

Em seguida o presidente eleito para a gestão 2018/2023, César Roberto Rodrigues, fez um histórico das conquistas obtidas pelos sindicatos dos bancários em prol da categoria e do conjunto dos trabalhadores.

Ressaltou que o Sindicato dos Bancários de Patos de Minas e Região foi o primeiro a reintegrar um bancário com base na Convenção 158, além de ter participação ativa em quase todos os atos contra a reforma trabalhista e da previdência e outros ataques aos direitos dos trabalhadores.

Logo após a solenidade foi servido um buffet ao som da banda Washigton e Fabiano.


César Roberto Rodrigues, novo presidente do Sindicato dos Bancários de Patos de Minas

Fonte: Seeb Patos de Minas