Neste 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, a Fetrafi-MG e todos os seus sindicatos filiados somam esforços à campanha da Central Única dos Trabalhadores (CUT): “Salvar vidas e proteger o trabalho – Vacinas para todas e todos! Em defesa da quebra de patente!”.

O agravamento da pandemia da Covid-19 no Brasil aponta para a necessidade de um pacto nacional entre setores da iniciativa privada, trabalhadores e trabalhadoras e gestores públicos pela vida. A política negacionista capitaneada pelo presidente Jair Bolsonaro, ao longo do último ano, fez com que o Brasil passasse a ocupar a triste marca de país com a maior média diária de mortes entre todas as Nações do mundo. No último dia 6 de abril registramos a morte de 4.195 brasileirxs em um único dia.

Ao mesmo tempo, a luta contra o coronavírus no Brasil também traz reflexões sobre a garantia de uma renda mínima que assegure que a população brasileira tenha condições para se manter em casa, seguindo as orientações do isolamento social. Também é urgente a ampliação do Plano Nacional de Imunização e a inclusão de trabalhadorxs incluídos nas atividades essenciais, como é o caso da categoria bancária.

Nesse contexto, centrais sindicais, movimentos sociais, entidades da sociedade civil e personalidades signatárias convocam trabalhadoras e trabalhadores de todo o mundo a se mobilizarem para o Dia Mundial da Saúde e, juntos, exigirem dos governos e organismos multilaterais:

  • Vacina para todas e todos – acesso universal e imediato para toda humanidade
  • Implementação de um sistema internacional de justiça global para a venda e a distribuição de insumos e vacinas
  • Não ao nacionalismo das vacinas: pelo direito à saúde como direito humano
  • Quebra das patentes das vacinas contra a COVID-19
  • Desenvolvimento de programas de transferência de tecnologias para que mais países produzam seus imunizantes contra a COVID-19
  • Universalização do acesso a medicamentos, suprimentos, softwares e equipamentos para o tratamento de pacientes da COVID-19
  • Garantia de renda mínima para trabalhadorxs da cidade e do campo, empresas familiares e pessoas que vivem na economia informal
  • Lançamento de um plano de investimento extraordinário para recuperar os milhões de empregos perdidos ou em risco

Para mobilizar a categoria bancária, as entidades representativas realizaram nesta quarta-feira um tuittaço com as hashtags: #diamundialdasaude #bancarixsemdefesadavida #vacinaparatodasetodos.

A Fetrafi-MG também lançou um vídeo sobre os impactos da pandemia e a necessidade da união de todxs xs trabalhadorxs na superação da maior crise humanitária do século 21.

Assista:

 

 

Da redação da Fetrafi-MG