Acontece amanhã e sexta-feira, dias 9 e 10 de novembro, em Recife (PE), o IV Fórum Nacional Pela Visibilidade Negra no Sistema Financeiro. O evento defende mais contratações de negros e negras nos bancos.

O Fórum é promovido pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), com o apoio da Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro do Nordeste (Fetrafi/NE) e do Sindicato os Bancários de Pernambuco (Seec/PE).

A atividade é voltada para dirigentes sindicais, membros do Coletivo de Gênero, Raça e Orientação Sexual (CGROS) e responsáveis pelas secretarias de Políticas Sociais dos sindicatos e federações da categoria, bem como às entidades que não possuem esta secretaria, porém debatem a temática.

“Nosso objetivo é fortalecer o debate sobre o tema, que tem sido pautado constantemente nas mesas de negociações com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). É importante que todos os sindicatos e federações participem da construção do debate e da pauta específica de reivindicações”, disse Almir Aguiar, secretário de Combate ao Racismo da Contraf-CUT.

Os participantes poderão acompanhar e discutir a temática de igualdade de oportunidades, voltadas para a questão racial.

Veja abaixo a programação completa do Fórum:

IV FÓRUM PELA VISIBILIDADE NEGRA NO SISTEMA FINANCEIRO

PROGRAMAÇÃO

9 DE NOVEMBRO
9h – Credenciamento
9h30 – Abertura
10h30 – ANÁLISE DE CONJUNTURA HISTÓRICA DAS RELAÇÕES DE TRABALHO E RACIAIS NO BRASIL
– “O resgate do trabalho escravo, desde o sequestro dos irmãos negros na África até o fim do século XIX”
– “Dificuldades e discriminações que geram ausência do negro no mercado de trabalho”
13h – Almoço
14h – PARTICIPAÇÃO DOS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO E POLÍTICAS DE COMBATE AO RACISMO
– “Análise dos dados do Censo da Diversidade-Fenaban 2014 e da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) 2016”
– “Racismo, discriminação na vida do trabalhador e a campanha Basta de Discriminação no Trabalho e na Vida”
15h15 – Intervalo para café
15h30 – CONQUISTAS HISTÓRICAS, POLÍTICAS DE COTAS COMO INCLUSÃO SOCIAL E RETROCESSOS NO GOVERNO GOLPISTA
– “Ações que institucionalizam o racismo e a postura do STF”
– “Reforma trabalhista e seus impactos na vida da população negra”
“Os avanços das políticas afirmativas do governo Lula e o retrocesso dessas conquistas no governo golpista”

10 DE NOVEMBRO
9h – Combate à discriminação racial: A categoria bancária e sua experiência
10h30 – Avaliação das cláusulas de Combate ao Racismo
12h – Desafios e compromissos das entidades envolvidas
12h30 – Encerramento

Fonte: Fetrafi-MG, com informações de Contraf-CUT